Envelhecer com saúde, é possível?

O nosso corpo passa por diversas alterações ao longo da vida, e, mesmo após a fase adulta, permanecemos em constante mudança.

Todas as renovações que passam por nós, durante a terceira idade, exigem cuidados específicos que vão do físico ao emocional. Além de estarmos mais frágeis e precisarmos dar maior atenção aos sinais da saúde, a idade idosa traz maior necessidade de convívio com outras pessoas, por se tratar de uma idade solitária e suscetível à depressão. Porém, com essas mudanças, tem-se também uma perda da autonomia e independência, o que afeta a motivação do idoso ao sair e fazer atividades físicas e, por consequência, conhecer pessoas.

Aqui, desenvolveremos pontos imprescindíveis para viver com qualidade, independentemente da idade, que irão da alimentação e exercício físico ao acompanhamento psicológico. Vale citar, antes de tudo, que o idoso deve ter o apoio da família para sair de casa e exercer hobbies e atividades, e ser acompanhado caso possua alguma debilitação.

Um dos principais cuidados efetivos é o da alimentação, auxiliada por um profissional da Nutrição. Com a idade, e com as alterações físicas no trato gastrointestinal, estamos mais propensos a problemas cardiovasculares, picos de colesterol e baixos índices de cálcio e vitaminas. Por isso, a necessidade de alimentos ricos em fibras, vitaminas D e B12, zinco e proteínas é constante na dieta do idoso, podendo investir em legumes, frutas, iogurtes e vegetais verde-escuros, como couve e brócolis. Além dos alimentos escolhidos, é preciso estar atento ao modo de preparo, pois as comidas cozidas, principalmente no vapor, facilitam a mastigação.

O segundo ponto engloba o esforço físico. É notável a melhora que os exercícios como a caminhada e a natação proporcionam à vida do idoso. Além de prevenir doenças, o exercício encoraja o idoso a permanecer em movimento, mesmo dentro de casa ao pegar objetos e executar afazeres dentro do lar, ajudando também a produzir serotonina e a estimular a vida sexual e social. Ao sair de casa e praticar exercícios, o idoso se cerca de outras pessoas estimulando a disposição e a comunicação. Mas não esqueça: deve-se analisar a condição física do idoso e se há alguma limitação ligada a doenças, e incentivar a prática em conjunto com um profissional auxiliador.

Além desses, alguns assuntos não muito explorados podem ajudar a transformar a vida na idade tardia:

– A inclusão de leituras constantes no dia a dia para estimular o cérebro e prevenir a perda de memória;

– Executar exames de rotina com mais frequência, tendo sempre cuidado com os níveis de colesterol e glicose;

– Evitar o envelhecimento vocal e a perda gradativa da audição, criando a rotina de frequentar um fonoaudiólogo;

– Frequentar constantemente um fisioterapeuta adequado, para analisar as condições físicas e motoras, auxiliar na movimentação e até mesmo tratar de lesões passadas e evitar futuros acidentes;

Acompanhamento terapêutico, para trabalhar temas como abandono familiar, mudanças na aparência e depressão intensa devido à solidão e/ou dificuldade de sair de casa. Afinal, um corpo saudável necessita, também, de uma mente saudável.

Gostou do tema? 😉 Na Medical View, você envelhece com saúde e sem pesar no bolso! Todas as especialidades citadas, você encontra aqui, agende já a sua consulta!

TAGs

Endereço

CAMPO GRANDE

Rua Aricuri, 1614 - Campo Grande
(21)2412-4565

BELFORD ROXO

Av. Joaquim da Costa Lima, 3331

VILA DA PENHA

Av. Vicente de Carvalho, 1159
Dentro do Hospital Semiu